O volume de irrigação sazonal do pessegueiro deve ficar entre os 3000 mc/ha

Isso varia em função do andamento climático e da precocidade da variedade.

IMPORTANTE:

O pessegueiro é particularmente sensível à carência hídrica em fase de:

Em safras especiais com curso invernal de tendência seca, no qual se chega ao despertar vegetativo com baixa humidade do solo, recomenda-se intervir no mês de Março com 500 mc/ha.

 

Com sistema de irrigação por chuva, para uma produção ideal, sugere-se efectuar em média as seguintes intervenções de irrigação:

ABRIL 2 intervenções de 500 mc/ha cada uma

MAIO 2 intervenções de 500 mc/ha cada uma

JUNHO 1 intervenção de 500 mc/ha para algumas variedades mais tardias.

 

Para variedades muito precoces, aconselha-se uma intervenção de irrigação logo após a colheita a fim de acumular substâncias de reserva e para um desenvolvimento radicular completo que se reflectirá positivamente na produção do ano sucessivo.

 

Com a irrigação gota-a-gota, ou por jacto, pode-se aumentar no máximo até 10 o número das intervenções de irrigação com volumes de água de 300 mc/ha cada uma.